Quais são as peças de uma fechadura e qual é a mais adequada para sua porta?

Atualizado: 28 de Jun de 2019




A fechadura é um acessório importantíssimo para garantir a segurança do seu lar. No entanto, além da segurança, a estética e o material contam muito na hora da escolha. Ao contrário do que muitos podem pensar, a fechadura e a porta são vendidas de formas separadas. Para escolher a fechadura adequada é importante ficar de olho em diversos aspectos, mas antes você precisa entender mais sobre a estrutura da fechadura.


Qual é a estrutura de uma fechadura?


A fechadura é composta por várias peças diferentes. Por isso, para facilitar, as fechaduras são vendidas já com todas essas peças, ou seja, de forma completa. Porém, algumas peças podem ser encontradas de forma avulsa caso haja necessidade de troca de alguma peça por motivos de danificação ou até mesmo de mudança estética.

Existe a parte interna da fechadura, que é constituída pela máquina, e a parte externa, que é constituída pela falsa testa, contra testa, rosetas ou espelho e maçaneta.




Trinco: acionada por meio da maçaneta, é o que prende a porta impedindo que fique suscetível a ação do vento.

Lingueta: também conhecida como tranca, acionada pela chave e responsável por impedir a abertura da porta.

Testa: retângulo metálico que fica encaixado na parte externa da porta. Nela se encontram as aberturas do trinco e da lingueta.

Cubo: buraco onde será encaixada a maçaneta.

Cilindro ou miolo: local onde a chave será encaixada.

Os miolos das fechaduras possuem medidas que variam de acordo com a distância entre o centro do buraco da chave até a chapa da testa da fechadura. No Brasil, existem três medidas principais de fechadura: 40 mm, 45 mm e 55 mm. Quanto menor a distância, mais fácil arrombar.



Falsa testa: acabamento responsável por cobrir a testa.

Contra testa: peça que ficará no batente da porta. Possui dois furos por onde a lingueta e o trinco irão entrar quando acionados.

Rosetas e Espelho: acabamento responsável por cobrir os furos na porta referentes ao cilindro e ao buraco da maçaneta.

Maçaneta: servem para puxar, abrindo ou fechando, as portas. Além de funcional, são um importante elemento decorativo na sua casa.





Como escolher a fechadura mais adequada?


Primeiro é necessário determinar 3 coisas:

  • se é uma porta externa, interna ou de banheiro (está relacionado ao tipo de trico e chave);

  • qual é o tipo de tráfego do local (considera o número de vezes que a fechadura será acionada ( tráfego leve, médio ou intenso);

  • o tipo de exposição a corrosão ( trata do quanto os acabamentos e o mecanismo da fechadura resistem à corrosão provocada pela exposição ao sol, à chuva e à maresia).

Depois disso, tem que escolher:

  1. Modelo da parte interna da fechadura: Tipo de máquina (externa, interna ou banheiro) e medida (40, 45 ou 50mm)

  2. Modelo da parte externa da fechadura: maçaneta (alavanca ou bola), e tipo de acabamento (roseta ou espelho), Material (zamac, latão ou inox); podendo haver mistura de materiais. Por exemplo: máquina em zamac, maçaneta e roseta em inox). Esse material tem a ver com a qualidade e durabilidade da fechadura, não interferindo necessariamente no acabamento.

  3. Acabamento do material da parte externa (Cromado, acetinado, oxidado, escovado, etc.) e a cor (dourado, prateado, etc.).

Mesmo sendo um produto que têm a finalidade de cuidar da sua segurança, é bom pensar em sua estética já que podem interferir no visual do ambiente. Se você pretende renovar a sua fechadura pode comprar um novo conjunto completo ou trocar apenas as peças de acabamento. Se optar por um novo conjunto fique atendo na furação da porta. Se a fechadura nova não tiver a mesma furação da fechadura antiga pode não funcionar. Se a porta for pintada pode admitir algum enxerto, mas se a porta for em madeira folheada essa alternativa é inviável. Para não precisar mexer na porta, melhor trocar apenas a maçaneta e o acabamento.



Redação: Ana Clara Soutto e Flávia Lima

Amamos o Wix.com!