Blog do Pró-Reforma

Os 6 pisos mais indicados para sua casa

Quando falamos de materiais para o piso podemos encontrar uma grande variedade de opções. Além de escolher as cores e o visual que queremos também devemos pensar nas características de nosso ambiente e na qualidade do material que iremos instalar.


Hoje falaremos de 6 opções de piso que são as mais demandadas em reformas!


Cerâmico

Autoria: Habitissimo

É um dos pisos mais comuns e mais utilizados. É uma material que esta a anos no mercado e oferece um ótimo custo benefício. Atualmente conta com grande qualidade e uma ampla variedade de modelos que variam em preço, tamanhos, cores, estampas e até mesmo opções que simulam outros materiais, como a pedra, madeira e cimento, por exemplo.

  • Vantagens: São duradouros, fáceis de limpar, não mancham, altamente resistente ao contato direto com a água, estão aptos para ambientes internos e externos e se apresentam como uma das opções mais baratas para revestir o piso.

  • Desvantagens: Os modelos muito baratos podem não apresentar uma qualidade excelente, podendo lascar ou quebrar em caso de impactos, ou queda de objetos, por exemplo. Modelos mais antigos ou edições especiais podem ter suas produções descontinuadas, o que dificulta em casa de necessidades de substituições. A escolha de um modelo equivocado para certos ambientes, como banheiro, pode representar um perigo caso o modelo escolhido não seja antiderrapante.


Porcelanato


Autoria: Rivei Interiorismo / Fonte: Habitissimo

Assim como o piso cerâmico, o porcelanato é uma ótima escolha para quem busca praticidade e resistência. É um material mais sofisticado e altamente versátil que apresenta variedades em questões de acabamentos, estampas, cores e tamanhos. Antigamente eram muito mais caros, mas hoje podemos encontrar opções com preços mais acessíveis.

  • Vantagens: É um revestimento resistente que aporta personalidade ao ambiente devido a seu acabamento bonito e refinado. Podemos escolher entre vários modelos de cores, texturas e estampas e também opções que simulam outros materiais com perfeição (como o mármore da imagem). Oferecem diferentes categorias de acabamento que são indicados para ambientes, como áreas externas, com muito trafego ou molhadas.

  • Desvantagens: Devido a sua grande variedade de acabamentos é preciso garantir a escolha certa para cada ambiente da sua casa, já que um modelo incorreto pode se tornar escorregadio em contato com a água ou acabar riscando com o tempo em áreas de muita circulação.


Laminado



Autoria: Yararquitectura / Fonte: Habitissimo

É o favorito quando queremos trazer sensação de aconchego para os ambientes. É um revestimento que consegue criar praticamente o mesmo efeito da madeira natural com um preço mais econômico e sem exigir tantos cuidados com a manutenção. Além disso, é aconchegante e muito confortável ao caminhar.


  • Vantagens: São bonitos e transformam os ambientes em espaços acolhedores. Podem ser encontrados em modelos mais econômicos. Sua instalação é prática e rápida e pode ser feita sobre o piso pré-existente. É um material resistente e é comercializado com várias tonalidades que imitam diferentes tipos de madeira com perfeição.

  • Desvantagem: Não são resistentes a umidade, ao contato com a água e a incidência direta da luz do sol. Dependendo da qualidade do piso o material corre o risco de apresentar riscos ou até mesmo danificar com a queda de objetos pesados.


Vinílico


Foi-se o tempo em que o piso vinílico era conhecido como um material feio e de gosto duvidoso. Hoje em dia os modelos são produzidos com alta qualidade e com acabamentos bonitos e elegantes. É possível encontrar este material em losas ou em réguas e a instalação pode ser feita através de cola, ou por um sistema de clique (também chamado macho-fêmea)



Autoria: FANWORKING / Fonte: Habitissimo
  • Vantagens: Podem ser instalados sobre outros materiais de maneira rápida e prática. Oferecem acabamentos que simulam a madeira reproduzindo fielmente suas cores e texturas. É um material resistente, antialérgico e colabora para o conforto térmico dos ambientes.

  • Desvantagens: Sua instalação em ambientes que entrarão em contato direto e abundante com a água não é recomendável, já que ela infiltrará sob o piso, danificando a instalação ou então acumulando umidade e embolorando com o tempo, no caso do sistema clicado.


Cimento queimado


O cimento queimado é um piso nivelante que atrai olhares. Ideal para compor ambientes com decoração de estilo industrial, rústica e moderna. Apesar de sempre vermos a tonalidade cinza ser a mais utilizada também é possível aplicá-lo em cores mais vibrantes (adicionando pigmentos) e até mesmo branco.



Autoria: Apparatus Architects / Fonte: Habitissimo

  • Vantagens: Pode ser aplicado diretamente sobre alguns revestimentos como os pisos cerâmicos e as pedras polidas, por exemplo. Resulta em uma superfície totalmente lisa e sem juntas, algo que impede o acumulo de sujeira e gordura. Oferece possibilidade de escolha entre várias cores e acabamento antideslizante para ser utilizado em áreas molhadas.

  • Desvantagens: Requer alguns cuidados, como a aplicação de resinas para a sua maior durabilidade e é imprescindível garantir a aplicação de um acabamento correto para ambientes úmidos, caso contrário o piso oferece perigo de escorregões. É um material apto apenas para ambientes internos.


Piso epóxi (porcelanato líquido)


Outra opção de piso nivelante e que é responsável por aportar um visual cheio de personalidade aos ambientes. Consiste em um material composto a base de resina epóxi misturada com um catalisador que ao ser despejado sobre o piso se auto nivela e enrijecesse resultando em uma superfície perfeitamente lisa e sem rejuntes. Assim como o cimento queimado ele também pode ser aplicado diretamente sobre alguns materiais, como os cerâmicos e pedras polidas.



Autoria: Yararquitectura / Fonte: Habitissimo
  • Vantagens: Oferecem uma grande variedade de cores, podendo receber até mesmo estampas e imagens. É resistente, fácil de manter, higiênico e pode ser utilizado em áreas molhadas desde que se aplique um acabamento antiderrapante.

  • Desvantagens: Ainda não possui mão de obra abundante e isso pode ser um problema já que a aplicação deve ser especializada e, caso contrario, o revestimento pode não resultar seguro em áreas molhadas ou resultar com um aspecto feio ao passar do tempo. Vale lembrar que a aplicação não pode ser feita em áreas externas.



Escrito por: Equipe Habitissimo





123 visualizações